Páginas

domingo, 13 de fevereiro de 2011

KRUSADER - Angus

Apresentarei hoje para vocês a banda Krusader! 
A banda foi fundada no estado de São Paulo em 1990 pelo regente e guitarrista Paulo Soares. Na época já tinha como características composições melódicas e complexas com forte influência da música clássica. Após 10 anos em que Paulo fez várias experiências com o projeto, o Krusader virou finalmente uma banda. A banda teve seu primeiro registro em um projeto chamado William Shakespeare’s Hamlet, onde varias bandas nacionais participaram de um álbum baseado na obra de Shakespeare. Com uma música nesse projeto, o Krusader já chamou atenção. 
Após isso, a banda iniciou a gravação do seu primeiro álbum de nome "Angus", baseado no livro “Angus, o Primeiro Guerreiro” do escritor brasileiro Orlando Paes Filho que também foi o autor da capa e encarte do cd, além de tocar teclado em uma das faixas. Devido a alguns problemas a banda demorou a lançar seu álbum que só chegou ao mercado em 2010 com um super pacote incluindo biografias dos membros, entrevista com Orlando Paes Filho, letras traduzidas e com comentários, um DVD com vídeo de duas musicas do álbum, detalhes das gravações e produção dos vídeos, e ilustrações dos livros.

Capa do álbum “Angus”
Faixas:
1 – And Shall Begin The Clan
2 – Cerridwen Wind
3 – The First Warrior
4 – Ice Blood
5 – Again
6 – Virtues Septem Pt I
7 – Shall Feel My Sword Pt II
8 – My Heart I’d Give to You Pt III
9 – Battle Memories
10 – Freedom
11 – Marching Overture (bonus track)
12 – Holy Metal Sign (bonus track)
Lançamento: 2010

O Krusader nesse album está com ainda mais influência da música clássica. And Shall Begin the Clan é a intro com um clima bem épico com um coral muito bem colocado. Em seguida Cerridwen Wind tem belos duetos entre os vocalistas Rick Ricci e Kamila Martin e também corais bem encaixados que não deixam o clima épico cair, além de um interessante solo de guitarra. The First Warrior não é tão rápida como a anterior, e o ritmo varia bastante ao decorrer da música. Nessa música há uma participação espacial de Andre Matos e ainda vale ressaltar os teclados de Fábio Thesta no inicio da música. 
Ice Blood é uma balada com destaques para o piano e o violino de Raphael Reis, além do vocal de Kamila com muito feeling. Again é no melhor estilo Power Metal com destaque para a bateria de André Pelegrini e a guitarra de Paulo Soares com um solo matador. A música conta com as participações de Eduardo Falaschi e Tito Falaschi. Part I – Virtues Septem tem uma intro com o coral da maneira mais épica possível e a música toda segue com o coral.


Part II – Shall Feel My Sword tem uma intro meio Folk que depois vai para um heavy tradicional, com destaque para o coral e a guitarra de Paulo Soares. Part III – My Heart I’d Give To You é outra balada, com uma bonita intro no teclado, o destaque vai para a vocalista Kamila Martin. Battle Memories começa com um canto gregoriano do Padre Dimitri e depois vai numa veia mais simples que as anteriores também com um clima bem épico e um bom solo de guitarra, no final o Padre Dimitri volta com seu canto gregoriano. Freedom tem um refrão grudento e varias mudanças de clima. Marching Overture é uma intro para a faixa final, Holy Metal Sign que segue numa veia bem melódica a lá Helloween. Essa é uma faixa bônus que não está ligada ao tema do álbum sobre Angus.

Um trabalho simplesmente magnífico dessa banda com enorme profissionalismo que qualquer amante da boa música deveria ouvir.









Formação:

Kamila Martin – Vocal
Rick Ricci – Vocal
Paulo Soares – Guitarra e Violão
Raphael Reis – Baixo e Violino
André Pelegrini – Bateria e Percussão
Fábio Thesta – Piano e Teclados

No álbum há participações de:
Coral Madry Vocumn
Orquestra Sothes Brazilian Musicians
Padre Dimitri em um canto gregoriano em Battle Memories
Orlando Paes Filho nos teclados em Battle Memories
Entre outros como Edu e Tito Falaschi, Andreas Kisser e Andre Matos



3 comentários: